STJ: VALOR PAGO A TÍTULO DE ARRAS, MESMO SUPERIOR A 50% DO NEGÓCIO, PODE SER RETIDO INTEGRALMENTE

You are here: