COM MELHORA NAS EXPECTATIVAS, FUNDOS IMOBILIÁRIOS SÃO APOSTA PARA 2019

Após um longo período de dificuldades, o mercado imobiliário deve voltar a mostrar força em 2019, segundo especialistas. Com isso, a perspectiva é de que os fundos de investimento imobiliários (FIIs) apresentem valorização no próximo ano, puxada por ativos ligados à chamada economia real, como fundos de lajes corporativas ou de shopping centers.   Os…

IBGE DIVULGA SINAPI DE OUTUBRO

O IBGE divulgou, na última quarta-feira (7), o Índice Nacional da Construção Civil (Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil – Sinapi) referente ao mês de outubro. O resultado, sem a desoneração da folha de salários, variou 0,43%. Nos últimos doze meses o indicador acumulou variação de 4,61%. No ano, o resultado foi de 3,93%.…

LANÇAMENTO

O mais novo lançamento da Oliveira Melo Construtora com a City Soluções Urbanas foi apresentado neste sábado (10) e domingo (11). O moderno Spot, que será construído Rua 1138, setor Marista, próximo aos Parque Areião e Alameda Ricardo Paranhos, terá a primeira piscina em balanço em 180 graus da capital goiana, no décimo sétimo andar…

COMISSÃO DO SENADO APROVA PROJETO QUE REGULAMENTA O DISTRATO E O TEXTO SERÁ APRECIADO PELO PLENÁRIO DA CASA

A Comissão de Assuntos Econômicos do Senado federal (CAE) aprovou nesta quarta (7) projeto de lei que define as regras para desistência da compra de imóveis na planta. De autoria do deputado Celso Russomano (PRB-SP), a proposição (Projeto de Lei da Câmara 68/2018) tinha sido rejeitada pelo colegiado em junho e voltado para o Plenário,…

CÂMARA ENTREGA 1º PRÊMIO BIM DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

A Frente Parlamentar em Defesa da Utilização, por Órgãos Governamentais, da Tecnologia de Modelagem de Informação da Construção entregou nesta quarta (7) o 1º Prêmio BIM da Administração Pública. A láurea tem o apoio da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), que compõe o júri com o presidente de sua Comissão de Materiais Tecnologia, Qualidade e…

FUNCEF TEM MARGEM PARA APORTAR ATÉ R$ 6 BILHÕES NO MERCADO IMOBILIÁRIO

A Fundação dos Economiários Federais (Funcef) tem uma margem de até R$ 6 bilhões para aportar em fundos imobiliários (FII), cédulas de crédito imobiliário (CCI) e certificados de recebíveis imobiliários (CRI) dentro do limite de 20% da resolução 4.661.   Esse volume de aportes, se concretizado, deve estimular o segmento de investimentos financeiros imobiliários (FII…